terça-feira, 14 de agosto de 2012

DÚVIDAS FREQÜENTES SOBRE A VASECTOMIA:




1. A cirurgia é simples ?
Sim, a vasectomia é um procedimento simples, principalmente quando se compara com o ligamento das trompas realizado nas mulheres. Geralmente é feita com anestesia local associando ou não a uma sedação. O cirurgião irá cortar os canais deferentes, que são os dois canais que transportam o esperma dos testículos para a uretra. As duas extremidades são seccionadas e, então amarradas. Com a interrupção dos dutos deferentes, o sêmen fica sem espermatozóides.

2. A vasectomia significa a esterilização definitiva do homem ?
Em termos, porque existe possibilidade de reversão. Caso o casal esteja em duvida existem opções de controle de natalidade: pílulas, adesivos, injeções, DIU, preservativo.

3. Homens submetidos a esse tipo de tratamento perderão a sua masculinidade ?
Essa afirmação não é realidade, porque não existe nenhuma relação entre a vasectomia e a potência ou desempenho sexual do indivíduo. A vasectomia não causa impotência sexual.

4. Após a cirurgia de vasectomia, o homem não ejacula mais?
Não. O ejaculado e o orgasmo se mantem o mesmo. O sêmen fica sem espermatozoide, mas o volume decresce menos de 20% (entre 2 e 5 ml).

5. A vasectomia é irreversível ?
Não. Poderá ser feito a reversão da vasectomia. As chances são melhores quando a cirurgia é feita antes de 13anos. Mas na maioria dos casos o testículo continua produzindo espermatozoides. Mesmo ocorrendo falha na reversão o espermatozoide poderá ser recuperado através de uma punção no testículo e em seguida realizar a fertilização in vitro.

6. A vasectomia pode falhar?
Pode falhar na proporção de 1 caso para cada 300 cirurgias. Por isso é fundamental a realização do espermograma após a cirurgia.

7. A vasectomia só é indicada para homens férteis acima dos 30 anos ?
Não. Existe uma lei federal que rege as indicações.

8. Qual a principal complicação?
Para todas as cirurgias ocorre o risco de sangramento, infecção da incisão e hematoma, mas o risco é mínimo. Em 10% poderá haver inchaço e dor no testículo que melhora com uso de anti-inflamatórios e analgésicos. Geralmente o paciente recebe alta hospitalar após algumas horas do procedimento e estará apto a trabalhar ou realizar atividades físicas leves no dia seguinte.

9. Quando posso transar despreocupado?
Após a confirmação do exame de espermograma no qual conste ausência de espermatozoides no ejaculado. Geralmente este exame é solicitado após 2 meses da cirurgia e o paciente é orientado a ter pelo menos 20 ejaculações neste período antes de fazer o espermograma.

10. A vasectomia causa câncer?
Não. O risco de câncer de testículo ou de próstata não aumenta com o procedimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário