terça-feira, 7 de agosto de 2012

Fimose ou Postectomia

73337271.jpg

O pênis está dividido em três partes: cabeça, corpo e raiz. A cabeça é chamada glande e é o ponto mais sensível do pênis. Enquanto o pênis está flácido, a glande é envolvida por uma pele chamada prepúcio, que serve para proteger a parte sensível do pênis ao ambiente externo e que é conectado no inferior do pênis numa área chamada freno. Quando o pênis fica ereto, o prepúcio desloca-se, deixando a glande exposta. O corpo é um prolongamento fálico, e a raiz é a parte do pênis que está inserida dentro do corpo do homem.

É entendida como Fimose é a incapacidade do homem expor sua glande (cabeça) com o pênis flácido ou ereto. A dificuldade em expor a glande ocorre quando o prepúcio, a "pele" que encobre a glande, possui um anel muito estreito, ou seja, a abertura do prepúcio é muito pequena para que se possa expor a glande, podendo ou não causar dor. O problema pode ser de origem congênita ou adquirida.

A retirada do prepúcio através de cirurgia chamada Postectomia ou Circuncisão é um procedimento comum na Clínica Plenus. A Postectomia é realizada por questões culturais, religiosas, estéticas ou de higiene. A referida cirurgia é também um método para solucionar a condição de indivíduos, cujo prepúcio, com o pênis em ereção, não permite a exposição da glande (problema este chamado Fimose), e, também, como pré-requisito para realização da Bioplastia Peniana (Engrossamento Peniano)

A Postectomia ou Cirurgia de Fimose é uma cirurgia bastante simples, consiste na retirada do excesso de pele, o prepúcio, do pênis. Este procedimento dura cerca de 45 minutos e é feito com anestesia local, possibilitando ao paciente retornar suas atividades normais no mesmo dia. O tempo de recuperação para as relações sexuais e masturbação é de 15 dias. É necessário que seja feita a Postectomia antes da realização da  Bioplastia Peniana (Engrossamento Peniano)


Nenhum comentário:

Postar um comentário