sábado, 20 de outubro de 2012

Seria o Sexo anal uma Fantasia masculina ?


Algumas perguntas e respostas mais comuns sobre sexo anal


O sexo anal faz parte da fantasia de muitos homens. Já as mulheres se dividem em três grupos quando falam sobre esse tema: as que detestam e não fazem de jeito nenhum, as que fazem apenas para satisfazer o parceiro, e as que gostam - mas nem sempre assumem.

Muitas vezes, o que faz as mulheres fugirem dessa prática sexual é apenas o desconhecimento. "O sexo anal é, provavelmente, o maior tabu sexual existente na nossa sociedade. Há pessoas que simplesmente não aceitam", explica o sexólogo Celso Marzano, no livro O Prazer Secreto (ed. Éden).

Confira as dúvidas mais comuns sobre o assunto e descubra como praticá-lo sem dor, sem culpa e sem riscos para a saúde.




1. Por que o sexo anal é uma das fantasias favoritas dos homens?

Primeiro, porque a negação da maioria das mulheres estimula o desejo sexual masculino. Além disso, o ânus é mais apertado que a vagina. Isso pode proporcionar uma sensação mais prazerosa ao homem.


2. Qual é a melhor posição para o sexo anal?

É sempre aquela em que os parceiros se sentem bem. Uma sugestão confortável é a posição colherzinha, de lado. Ou com a mulher por cima, controlando a penetração. A posição de quatro é a menos indicada: uma penetração profunda pode causar dor ou machucar a mulher.


3. O que eu faço se sangrar durante a penetração?

Isso não é comum, mas se a penetração for feita com pouca lubrificação, pode causar ferimentos na região. Nesse caso, interrompa a relação sexual imediatamente. Se o sangramento não parar, procure ajuda médica. Evite esse tipo de problema com bastante lubrificante.


4. Ele só quer sexo anal. É um problema?

A busca por formas diferentes de prazer sexual é natural. Mas fique atenta se seu parceiro só quer fazer sexo anal e quando você propõe outras variações ele fica ansioso. Pode ser um sinal de que ele tem um distúrbio chamado parafilia, que é a fixação em um só tipo de excitação sexual


5. A dor no sexo anal costuma diminuir com o tempo?

A dor geralmente é provocada pela ansiedade ou pelo medo. Quase sempre ela aparece por falta de técnica adequada, pressa, pouca lubrificação e não-relaxamento do ânus. Com o tempo, a prática e a segurança nessa posição sexual, o incômodo tende a desaparecer.

6. É mais fácil pegar alguma doença pelo sexo anal?

Sim. E não só pegar, mas também transmitir doenças sexualmente transmissíveis (DST) para o parceiro. É mais fácil surgirem lesões no ânus e no pênis durante esse tipo de relação. Além disso, o intestino absorve os vírus com mais facilidade do que a vagina. Por isso, o uso da camisinha é indispensável.

7. Se eu tiver hemorroidas, devo evitar o sexo anal?

Não é necessário evitar, desde que você tome cuidado durante o ato sexual. Mas se as hemorroidas forem grandes ou estiverem inflamadas, é melhor optar por outra forma de prazer.

8. Dá pra ter orgasmo fazendo sexo anal?

Sim. O ânus não tem terminações nervosas específicas para aumentar a excitação até atingir o orgasmo. Mas, pela fantasia, pela masturbação e pela entrega de corpo e alma, você pode!


9. Pensar em sexo anal indica que meu parceiro é homossexual?

Não. O sexo anal é uma fantasia entre homens de qualquer orientação sexual. A homossexualidade consiste no desejo por pessoas do mesmo sexo. Nada a ver.


10. Em que casos não se deve fazer sexo anal?

Só para agradar o parceiro (sugira outra posição). Quando há hemorroidas inflamadas ou feridas no ânus. E, claro, quem não se sente à vontade.


11. Como obter prazer no sexo anal?

A região anal proporciona prazer porque é uma zona erógena. Mas como não tem lubrificação natural, algumas veias da entrada do ânus podem se romper com a penetração, provocando sangramento e dor. Para evitar isso, use um bom lubrificante, confie no parceiro e relaxe a musculatura na hora da penetração.

12. Meu namorado me pediu para fazer fio terra, que faço?

Pouquíssimos são os heterossexuais que praticam essa modalidade sexual e falam sobre ela abertamente. Menor ainda é o grupo que confessa realmente gostar dela. O principal motivo, claro, é ser tachado de homossexual por apreciar a estimulação do ânus.
Mas, de acordo com especialistas, a região anal, quando tocada, traz grande carga de prazer para muitas pessoas, sejam mulheres ou homens. A parte externa do ânus humano concentra várias terminações nervosas e, por isso, as carícias feitas ali podem provocar muitas sensações. 
A parte interna do ânus também produz essas sensações, principalmente porque, nos homens, ali é possível estimular a base interna do pênis, o duto ejaculatório e a próstata. O caso é que essas regiões do corpo masculino podem, na verdade, dar tanto uma sensação de bem-estar quanto de mal-estar, dependendo em primeiro lugar não do aspecto físico, mas da carga emocional da pessoa.
 “A penetração pode ser muito dolorosa ou impraticável, se não houver relaxamento e lubrificação adequada da região, pois os estímulos dolorosos acabam se sobrepondo aos de prazer”, gostar do tal “fio terra” também não tem nada a ver com ser gay. 
Eles definem que a homossexualidade é ligada à direção do desejo: se a pessoa sente atração por alguém do mesmo sexo, é homossexual; aqueles que sentem desejo por ambos os sexos, seriam bissexuais; mas se um homem fica excitado apenas com mulheres, ele é heterossexual, independente da satisfação que sinta na região do ânus.
“A vergonha ainda parece ser a principal questão na estimulação anal com os homens”. Apesar de muitos deles gostarem de fazê-lo com suas namoradas e esposas – e até reclamar quando elas dizem não gostar disso – os homens encaram mesmo como tabu. 
A tendência, porém, é isso se diluir na evolução da sociedade”. 
E daí eles apenas avaliarão se gostam ou não, e não se ‘é certo ou não’ gostar dessa prática.

13. Meu marido me convidou para ir no sexshop com ele...

E é só ir com ele, sem medo, aproveitem e escolham juntos aquilo que lhes deixará mais satisfeitos, use e abuse de suas fantasias, e com a ceitação dele melhor ainda, 

 

 

 

14. Ouvi que meu filho adolescente estava transando com seu amigo outra noite, que fazer?

Estou admirado que não tenha saltado para dentro do quarto e acabado com a festa, isto já é um bom indicador, quer dizer que entende e respeita esta decisão e que não vai julgá-lo, mas a conversa é inevitável, deve falar sobre a relação, sobre proteção, sobre as possíveis frustrações, lembrara que tanto ao adolescenet hetero quanto gay as dores de estar e sair de um relacionamento tem proporções iguais e até mais sensíveis.

Meu conselho é diálogo sem julgamento.

Há em outros post neste site mais material sobre isto, procure e seja feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário