quinta-feira, 14 de março de 2013

3. Masturbar é se auto-aceitar


        Ao contrário da opinião antiga e popular, a masturbação não conduz ao desembestamento da luxúria (sensualidade desenfreiada), não o faz ninguém ficar cego ou surdo, não dá resfriado, não torna ninguém louco, não faz crescer o cabelo em sua mão, não faz ninguém ficar gago, nem o mata.
        A masturbação é uma expressão natural e não provoca danos à sexualidade de homens e mulheres e é uma maneira perfeitamente boa experimentar o prazer sexual.
        De fato, alguns peritos discutem que a masturbação melhora a saúde sexual aumentando a compreensão de um indivíduo de seu próprio corpo e de como as suas zonas eróticas podem vir a satisfazê-lo, construindo e promovendo assim uma auto-aceitação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário