sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Masturba_ação...


Por Abilio Machado

Por que ainda se tem o tabu de se falar sobre este prazer? Um ato tão necessário para se conhecer o próprio corpo, em aprender-se, ato que posso dizer que traz vários pontos da cultura popular à tona, medo, conceitos, pirraças...
Alguns especialistas dizem que é a melhor maneira de se conseguir conhecimento pleno para si, mas porque ainda só tem vigor entre os meninos adolescentes, e entre as mulheres ocorre o oposto, é como o tocar-se fosse mais que proibição, fosse uma imposição do pecado.
Muitas mulheres tem a dificuldade tão plena que mesmo durante a relação não ousam o toque em si para conseguirem o tão esperado orgasmo, como se isso ocorresse estaria traindo a quem está sobre ela ou iria desqualificá-lo côo homem e seria a em de todos pois se conseguir o êxtase com ele vai querer sempre tê-lo perto e não sonhar em ter um outro para tentar conquistar seu gozo.
A masturbação para a mulher deve ser algo tão natureba quanto ao homem que por sua vez ficou excitado seja onde for vai dar um jeitinho de procurar um banheiro e vai descabelar o palhaço, até outro dia ouvi num programa de TV que se o homem não dá no couro em casa é porque tem outra e eu tenho de discordar, por que nem todo o homem trai, mas todo homem se masturba, por que a mulher tem esta insegurança de que ele pode ter outra e não lhe passar pela cabeça que ele na verdade tem duas a direita e a esquerda.
A masturbação é um dos degraus da prática pelo que passa todo indivíduo, como um processo de preparação ao sexo quando na infância e adolescência, e ao adulto é um cano de escape para as tensões bem como estimulante sexual prá lá de saudável, na sua percepção de limites, de alcances, de maneiras e de aproveitamentos na busca dos desejos.
Sabemos todos que a criação do tabu vem dar-se ao fato de que sempre o ato foi tido como pecado, uma repressão desde pequeno com os ralhos dos mais velhos dizendo-nos: tira a mão daí, que feio isso... Você deve entender que o corpo é seu, e a você cabe ter o prazer se assim desejar.
Agora pela internet está em vigor uma modalidade que ganha adeptos, adolescentes e até mesmo adultos se encontrado em determinado local para uma masturbação coletiva, alguns afirmam que em nenhum momento isto fere sua sexualidade mesmo ultrapassando alguns limites, pois nos encontros tentam experimentar técnicas como: uso de frutas com a melancia muito bem usada pelo Stefhan Necessian em um filme lá nos dias da pornochanchada, a torta quentinha tirada do micro-ondas de American Pie, sentar sobre a mão esquerda para que fique dormente e assim passar a idéia de que é outra pessoa e até mesmo um masturbar o outro numa grande corrente masturbatória.
Entre os adultos a coisa é mais elevada, encontram-se em chácaras geralmente de um deles e o grupo de homens se desinibem levados ao álcool (que diga-se de passagem, homem arruma qualquer desculpa para beber) e diga-se juram que só rola uma rola na mão nada mais que isso numa ejaculação gloriosa.
Se os meninos e os homens fazem isso por que as meninas e as mulheres não podem também montar seus grupos e iniciarem-se na proposta, sempre com o intuito de aprender e não de entregarem-se numa concordata feminina.
Mãos à obra... Quero dizer mãos ao prazer, conquiste-se esse seu direito, na cama, no banheiro, na garagem, dentro do carro, na cozinha, não deixe de aproveitar com companhia ou sozinha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário