sábado, 27 de junho de 2015

Guia do pênis

Atenção: Esta matéria contém teor sexual e é imprópria para menores de 18 anos.
Saiba tudo sobre ereção, ejaculação e orgasmo e mate todas suas dúvidas...
Para atingirmos o máximo do prazer na hora do sexo, precisamos conhecer muito bem nosso corpo. E para levar o parceiro à loucura, também é muito importante entender como ele reage aos estímulos sexuais e como gosta de receber carícias. Para te ajudar na missão de pirar a cabeça do seu parceiro, elaboramos um guia para te ensinar tim-tim por tim-tim o que se passa dentro de uma cueca.

O documento – a polêmica sobre o tamanho do pênis é interminável. Especialistas garantem que um sexo bem feito não depende só dos centímetros que o órgão possui, mas sim da capacidade de dar prazer à mulher – e isso, a gente sabe, não depende só da penetração. Entretanto, para os homens isso é motivo de muita preocupação e até de disputa. Tirando os casos extremos – muito grandes ou muito pequenos – o tamanho médio do brasileiro varia de 11 a 13 centímetros ereto.
Eles preferem o quente – Já ouviu dizer que o pênis encolhe no frio? É verdade. “O que acontece é que o músculo cremaster, que fica dentro do escroto (saco, popularmente), se contrai para aproximar os testículos do tronco e aquecê-los”, explica o urologista Dr. Orestes Mazzariol. Isso faz com que o homem veja o seu amigão bem menor do que o normal.
Ereção fácil – Ficar excitado é quase inevitável para o homem. Qualquer estímulo pode desencadear uma ereção. Ver uma mulher bonita, ouvir algumas palavras picantes, sentir um perfume bom, entre outras situações, já é o suficiente para deixar o pênis duro e ereto. Viu só?! Aproveite, já que não precisa de muito para que ele esteja a postos para se divertir!
Cada área uma sensação – Meninas, o grande segredo para dar mais prazer ao homem é entender direitinho o que eles sentem em cada parte do órgão sexual. A principal dica é: a cabeça (glande) é a área mais sensível, onde eles percebem todos os estímulos feitos por cada parte do seu corpo. Mas não abandone o tronco do pênis, aposte sempre nos movimentos para cima e para baixo nessa área, dando sempre uma voltinha pela glande. Fazendo tudo com carinho com velocidade progressiva, será capaz de levá-lo à loucura. Ah, não se esqueça que existem outros pontos de prazer para o homem. Alguns adoram carícias no períneo e nos testículos. “Tudo isso acontece por conta da alta concentração de nervos nessas regiões. Eles se cruzam e se confundem, causando grande excitação quando estimulados”, afirma Dr. Mazzariol.
O desafio: segurar a ereção – Talvez a segunda maior preocupação do homem – depois do tamanho – é por quanto tempo ele consegue manter o pênis ereto. É uma questão de honra. Ficar muito tempo com o órgão duro é sinal de virilidade e eles são loucos para mostrar isso e garantir o prazer da mulher por tempo prolongado. E você sabe como eles fazem para aguentar e evitar a ejaculação? “Existem duas práticas comuns entre os homens. Uma consiste em desviar o pensamento quando estiver perto de ejacular, a fim de mudar o foco do prazer para algo que não o faça continuar com a excitação. Outra é quando param os estímulos e, com os dedos, apertam logo abaixo da cabeça do pênis para contrair os vasos sanguíneos da região e manter o pênis duro por mais tempo”, esclarece o urologista.
Brochar: o grande trauma – Nenhum homem conta se já brochou alguma vez na vida. Isso porque o assunto é superconstrangedor para eles, que não gostam de se sentir impotentes. A verdade é que podem ser muitas as causas para isso acontecer. Pode ser reflexo de alguma doença – nas artérias, colesterol, diabetes, entre outras – ou apenas fator psicológico. A dica do urologista Dr. Orestes Mazzariol é tentar ser compreensiva e apoiar o homem. “Mesmo se a falta de ereção for por conta de uma doença, o psicológico conta muito. A confiança é tudo para o homem e é capaz de fazê-lo superar esse problema”, indica.
Ejaculação x orgasmo – Quando o pênis expele o sêmem, a maioria das mulheres acredita que foi esse o sinal de que o parceiro atingiu o orgasmo, mas não é exatamente assim. Eles vêm juntos, na maioria dos casos, mas não são a mesma coisa. Alguns homens são capazes de sentir prazer sem ejacular, enquanto outros até ejaculam, mas não chegam ao orgasmo. Se quiser entender melhor o que acontece, nós já te contamos aqui
De manhã o sexo é melhor – Depois de uma boa noite de sono, já notou que o parceiro sempre acorda com um apetite ainda maior para fazer sexo? Isso tem explicação!  A testosterona, que está diretamente relacionada ao desejo sexual e é quem habilita a ereção, é produzida durante a noite, tendo seu pico entre 8 e 11 horas da manhã. Por isso eles sempre acordam bem dispostos para mais um pouquinho de diversão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário