domingo, 28 de junho de 2015

O ronco e o que fazer...


O ronco é um problema que afeta muitos homens, além de afetar também todas as pessoas que estão ao redor daqueles que roncam. Esse ronco alto e incômodo (aos outros) pode ser o sinal de uma patologia mais grave, como por exemplo a apneia (fechamento das vias nasais durante períodos do sono). 
Existem alguns hábitos que agravam o problema e não ajudam nada no tratamento. Saiba o que você pode fazer para amenizar o ronco no dia a dia e lembre-se: se você ronca muito, procure um especialista para investigar essa questão profundamente. 

DÊ UMA SEGURADA NO ÁLCOOL 
O álcool relaxa o músculo da faringe, que naturalmente já fica mais relaxado durante a noite. Esse relaxamento muscular dificulta a passagem do ar porque estreita os canais, fazendo com que o barulho do ronco aumente bastante. 

RELAXANTES MUSCULARES: 

EVITE O efeito é parecido ao do álcool. Com a ingestão de relaxantes musculares, a musculatura afrouxa exageradamente e isso faz com que você praticamente grite enquanto ronca, de tão alto. 

CIGARRO PREJUDICA 

O tabagismo também é um hábito que influencia diretamente no som e na frequência do seu ronco. O cigarro irrita a faringe e pode provocar inchaço na região, dificultando a circulação de ar. A combinação cigarro + bebida alcoólica, então… 

GANHO DE PESO E OBESIDADE 

O acúmulo de gordura fica sempre mais evidente na barriga, mas o pescoço também engorda junto. Essa deposição de gordura na região aumenta a obstrução da faringe. Isso, somado alguns aspectos como amídalas grandes, relaxamento exagerado da musculatura e respiração bucal, pode potencializar demais o ronco.

NÃO DURMA DE BARRIGA PRA CIMA 

Dormir de barriga para cima favorece a manifestação do ronco porque, com essa posição, a tendência é que você abra a boca e seu queixo dê uma recuada, pressionando a faringe. Isso resulta no estreitamento dela e na vibração dos tecidos, o que facilita o ronco. Procure dormir de lado ou de bruços. 

CUIDE DA RINITE E OUTRAS PATOLOGIAS 

Rinite alérgica, desvio de septo, pólipo nasal, amídalas e adenoides grandes… Todos esses fatores contribuem para obstruções crônicas no nariz. Esses tipos de problema podem desencadear na respiração bucal e em outras situações que pioram o ronco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário